A substituição de eucaliptos por espécies resilientes ao fogo, vai ter apoio estatal, a portaria que consagra a medida deverá ser publicada em Diário da República.


A decisão foi tomada durante uma reunião de Conselhos de Ministros e foi anunciada por Capoulas Santos, afirmando que passa a ser «obrigatório a quem compra plantas de eucalipto a um viveirista ter uma autorização prévia». Esta portaria vai beneficiar despesas de arranque desde que na mesma área seja colocada uma espécie resiliente ao fogo.

Quem não cumprir com a nova regra e decidir avançar para plantações ilegais de eucaliptos será penalizado, com coimas previstas no máximo de 3700 euros para os cidadãos e de 44 mil para as entidades colectivas.

Desde o início do ano, é proibido plantar em determinadas áreas, podendo-se plantar apenas meio hectare numa outra área sujeita a ordenamento e por cada hectare retirado de uma área onde é inadequado que esteja em termos de reordenamento florestal.




26-12-2018

Pesquisar

Subscrição de Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e fique informado sobre vários temas da sua área de interesse.

Nome:
Email:
"Informar para desenvolver" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática