Em comunicado, a CNA reafirma que a propaganda oficial não resolve os problemas que se mantêm na base deste flagelo que tanto drama e tanto prejuízo concentra periodicamente e em que as populações são as maiores vítimas e não são culpadas!

Os Incêndios Florestais estão a ser extensos e muito violentos porque já não há, como houve, muitos e muitos milhares de explorações familiares a ocupar e a produzir nos territórios, sobretudo de interior.

A Floresta Nacional continua desordenada em que mais vingam o Eucalipto – no Centro e no Norte – e o Sobreiro, a Sul, num e no outro casos enquanto monoculturas ao serviço, sobretudo, dos interesses da grande indústria de derivados florestais.

Leia o comunicado completo em  https://www.cna.pt/news/show/181


14-08-2020

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática