A partir de 18 de Julho de 2019, os bovinos passam a dispor da possibilidade de identificação electrónica (IDE) como forma oficial de identificação dos animais.


De acordo com os números divulgados pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, apenas cerca de 6,5% dos bovinos registados (1.612.158 animais) dispõem de identificação electrónica.

A partir de Julho, os criadores passam, assim, a dispor de mais um sistema oficial, cuja tecnologia proporciona menores perdas, apresenta um custo idêntico à identificação convencional, permite uma formação contínua dos intervenientes, promove o desenvolvimento e a actualização da Base de Dados através de utilização desta tecnologia, permite a capacitação do software para transferência de dados entre Produtores, SNIRA, Estados-membros, e o desenvolvimento de novas tecnologias de apoio à produção.




10-07-2019
 

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática