A bactéria Xylella fastidiosa foi detectada em Vila Nova de Gaia em jardins particulares e em espaços públicos.


Esta ocorrência já não é nova nesta região do país, visto que em Janeiro o Zoo de Santo Inácio, em Gaia, foi obrigado a destruir um canteiro de plantas de lavanda que estava infectado.

Xylella fastidiosa dispersa-se através de insectos em distâncias curtas e pelo transporte de plantas contaminadas em distâncias longas. Esta bactéria pode ser detectada em 58 espécies de plantas, como por exemplo, na amendoeira, na cerejeira, na ameixeira, na oliveira, no sobreiro, na figueira, etc.

Esta praga já causou grandes danos às oliveiras no sul da Europa, estando a espalhar-se pelo continente, sendo que a primeira vez que foi detectada em território europeu foi no ano de 2013, no sul da Itália.

Para mais informações consulte o site da DGAV: http://www.dgv.min-agricultura.pt/portal/page/portal/DGV/genericos?generico=14076974&cboui=14076974




14-08-2019
 

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática