Com a época de chuvas, algumas celuloses, para o controlo das populações do gorgulho do eucalipto (Gonipterus platensis), alertaram recorrer à aplicação do pesticida EPIK, preocupando sobretudo os apicultores, devido ao risco de afectação das abelhas e outros polinizadores e consequentemente sobre a produção de mel.


Apesar de estes pesticidas se encontrarem homologados para aplicação em eucaliptais, os apicultores têm receio da sua utilização junto das suas produções.

Um estudo recente da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) demostrou que a mortalidade nas abelhas aumenta após a aplicação deste insecticida por contacto e que a expressão genética das abelhas se altera, pela ausência de proteínas na zona que contém o insecticida.

O tratamento dos povoamentos (à semelhança do procedimento de aplicação de qualquer outro tratamento com fitofármacos) deve ser precedido da comunicação aos apicultores com apiários situados até 1,5 km em redor das áreas a tratar.



10-05-2019

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática