Assim, o Agricultor pode apresentar a factura da compra efectuada dentro do que lhe foi aprovado, para o IFAP de facto lhe enviar o "adiantamento" público a que tem direito (até 85%) sobre o valor em Factura.

A seguir, o Agricultor tem 45 dias para apresentar o correspondente Recibo. Ou seja, o "adiantamento" surge dessa forma e sem necessidade do Agricultor chegar à garantia bancária, tal como a CNA sempre reclamou. Enfim, em alguns casos subsiste o problema do vendedor não entregar o material e a respectiva factura sem que o Agricultor lhe pague pelo menos parte...mas que é uma melhoria isso também é indiscutível. Aliás, fica como é para a Indústria desde início.



27-07-2018

"Melhorar a Informação, Promover o Futuro" Operação 2.1.4 Ações de Informação
Ficha de Projecto
©InforCNA 2017 - desenvolvido por Softimbra2, Agroinformática